O meu Natal

O meu Natal …

Um ano de ondas … sobe e desce … na balança da infância tudo era mais fácil … Alguém nos empurrava e vinha o frio na barriga ( tão esperado), as mãos para o alto e o grito no final … depois um pulo … e … às vezes uma queda … “ Do chão não passa …” Mas … as ondas desse ano, levaram muitos embora da vida terrena e ficaram no chão … levaram muitos sonhos e projetos …. trouxeram fome, medo, dor, sensação de abandono … expuseram o egoísmo e tb a solidariedade… nos cansamos …e o frio na barriga continuou em nós … sem o grito final de alegria. Agora precisamos rever quem somos, não teremos como escapar de nós mesmos … das nossas ideias, das nossas casas, das nossas máscaras … e isso pode ser muito bom ! Bom se soubermos aprender sobre persistência, sobre esperança, sobre olhar o mundo como nosso … Nunca o mundo foi tão nosso como nesse ano ! Que possamos lembrar que Deus existe. Existe antes de qualquer religião. Existe antes de qualquer filosofia. Existe antes da ciência. Existe antes mesmo dele existir. Isso é mistério, é milagre, é fé Deus não briga com os homens. E para os que não conseguem lembrar de Deus pq não o conheceram, desejo que olhem para Ele. É só olhar. E Natal, nascimento … é olhar … é não desistir de olhar .. é olhar cada vez mais … e depois de tanto olhar … certamente … o sentido da vida e da morte não serão os mesmos. Virá a alegria, não a da balança da infância … que passa rápido … a alegria que não vai embora …
Feliz Natal !!
Katia R Oddone Del Porto,24/12/2020

Publicado por

katiaoddone

Médica psiquiatra , escritora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s