No táxi

Gosto de conversar .. e isso é inegável .. mas conversar com motoristas de táxi é algo especial para mim.. digo .. motorista de táxi, dos antigos .. os que estão na praça há 30, 40 anos .. Eles tem tantas histórias para contar .. eles são ouvintes, testemunhas, terapeutas.. uma mistura de tudo .. veem a vida através do retrovisor .. Já imaginaram qual seria o nosso retrovisor ? aquele espelho que revela o nosso passado para nós mesmos …o passado que somos obrigados a ver para seguir em frente .. não é “ aquele “ passado que devemos “ até” esquecer .. é o passado que transformará o nosso presente em algo bom.. Então … hoje .. eu ouvi o relato de um motorista sobre o local onde ele costuma almoçar .. e conforme ele descrevia o prato… eu sentia um apetite estranho crescer em mim .. apetite pelo entusiasmo em viver ! Sim, ele estava entusiasmado com o prato que iria repetir .. pela milésima vez .. Na verdade ele tinha apetite pela vida ! E eu.. perguntei sobre o local exatamente onde ele almoçaria .. detalhes .. mas no fundo a minha pergunta era outra .. era sobre como ele encontrava algo especial em algo banal .. Bem.. eu sei .. e talvez vocês também saibam .. que a vida é só isso … ou tudo isso .. que a relação com as coisas e com as pessoas é só uma ponte para estarmos em conexão com a dádiva que é viver. Kátia Del Porto

Coronavírus

Eu pensei muito … muito mesmo antes de escrever aqui.. pensei sobre o que aprendi no meu curso de medicina, sobre o que aprendi como psiquiatra, sobre o que aprendo com os meus pacientes.. mas .. sobretudo .. sobre o que aprendo todos os dias quando acordo e sinto que estou viva… viva e livre … livre … esta é a palavra .. Será que um vírus é capaz de cercear a nossa liberdade? Sim e não … Sim.. se pensarmos na nossa responsabilidade frente a sociedade, temos que respeitar regras sociais e dentre estas .. se enquadrar em hábitos ou restrições que possam diminuir a transmissão de um vírus… e não …se pensarmos que o nosso universo interno é o que realmente vale, é onde plantamos os nossos sentimentos e ideias, é onde navegamos entre a realidade e a fantasia, é onde definimos quem somos … e…. neste universo .. não há vírus .. não há nenhuma cerca .. estamos soltos e saltitantes … não há fronteiras .. nem medo… É muito importante que meio a uma epidemia não sejamos transmissores de notícias ruins, de palavras que plantem desânimo, de fofocas que geram medo e dor, de dados não comprovados … Às vezes … a vida nos chama a atenção para o quanto não estamos olhando para as necessidades dos outros … Há muitos tipos de máscaras .. as que supostamente nos protegem de um contágio real .. e as que nos protegem de viver uma vida plena .. Que o coronavírus sirva como reflexão a respeito da unicidade do mundo, da nossa miséria e sobretudo do amor que podemos cultivar em tempos de dor. Kátia Del Porto

Quinto dia do Ano

E o ano continua, com chuva e trovões e alagamentos .. logo .. com dengue e sua turma .. Mas amanhã é a primeira segunda feira.. dia de Reis .. da Befana, aquela ” bruxinha feia ” que deixa doces para as crianças que se comportam bem ( na Itália, pelo menos ..)… Amanhã é o grande dia, o primeiro útil! Aquele dia que vence as contas e somos testados a correr prá lá e prá cá checando não só contas … mas listas de promessas para o novo ano ! Sim… ginástica, curso de línguas, dieta, tratar melhor a sogra, e tantas outras .. uma delas, muito comum é a de se tornar um youtuber milionário … ahhh que desejo atualíssimo! Uma profissão sem precedentes: se começa do nada, sem investir em nada e pode se acabar com tudo… Para isso antigamente se falava: ” está com tudo e não está prosa “… Claro! Que prosa ? Quem quer saber de prosa ? É só do dinheiro mesmo.. rezar para os likes da vida se multiplicarem e as propagandas brotarem como capim… Fazer o que ? Ócios do ofício … seja lá qual for o ofício .. Dia 6 .. que sejamos como os 3 reis magos e possamos levar um presente, infelizmente, não ao menino Jesus .. mas a todos aqueles que sofrem da falta de algo em suas vidas .. e isso é sério ! O que levamos para os que precisam? Nem um sorriso. E um sorriso é tão bom, é tão pouco e é transformador! Desmontar a árvore de Natal e montar uma nova árvore .. a da caridade ao longo do ano. Sejamos dóceis e amáveis .. pq a vida .. ” mesmo a dos YouTubers” não é leve .. é cheia de armadilhas .. a pior delas é a dos desejos impossíveis… Vamos atrás dos possíveis .. é o bastante. Kátia odddone 5/01/2020

Incentivo

Incentivo : Aquilo que estimula, encoraja .. ou .. aquilo que falta entre nós! A polidez .. básica que consiste em desejar Bom Dia .. é um dos maiores incentivos que temos ao acordar … ao andar por aí ao longo do dia…A torcida no campo de futebol ou os aplausos em um show são incentivos imprescindíveis para se voltar aos campos e palcos .. Teria inúmeros exemplos .. mas o incentivo que falta entre nós é aquele repetitivo, insistente .. como um sino que toca a cada hora .. é aquele que pede para não desistirmos de nós, dos nossos objetivos…é a nossa voz interna e companheira da vida toda .. e é também a voz externa .. daqueles que nos enxergam quando não conseguimos mais ou quando nosso coração ensurdece. Em um mundo onde todos querem ser vistos e seguidos nunca houve tantas gente invisível .. Kátia Oddone Del Porto

Terceiro dia do ano

No terceiro dia do ano muitos voltaram a trabalhar e festejam a sexta feira.. outros estão nas estradas, aeroportos e rodoviárias indo e vindo .. e os hospitais continuam cheios .. Alguém poderia estar se perguntando: O que mudou em 2 dias? O desejo por mudança é a esperança viva no Homem que o impulsiona para a sua continuidade na Terra. A esperança de ter uma rotina que o liberte dos impedimentos em si mesmo que possam o afastar de um futuro melhor. Mas o futuro para cada um de nós é mais do que a aquisição de objetos, cultura, vivências e experiências novas.. o futuro é a administração da existência rumo a plenitude da vida.. E o que chamo de plenitude da vida? O momento de voltarmos para a cadeira que deixamos no primeiro ano de escola e perguntarmos: será que a pessoa que estava lá é a que hoje está aqui … o que há em comum entre dois seres que são os mesmos? A integração dos períodos de vida formará um grande desenho que nos é necessário enxergar ao longo do amadurecimento, é este desenho que nos dará a sensação de vida plena. Se fragmentamos a nossa existência perdemos o sentido, que no início de tudo, nos movia ..O sentido deve ir crescendo como uma onda gigante que, no final, dentro dela somos maiores e melhores do que lá trás. Mas quem nos conduziu até aqui? Onde despejaremos a nossa onda? Deus. Que cada um encontre a sua própria resposta ou não resposta. Kátia Oddone Del Porto 3/1/2020

Jesus

Há 2020 anos um homem chamado Jesus esteve entre nós e se apresentou como o filho de Deus. Este homem, que dividiu a história em AC e DC, amou profundamente os homens e mostrou ao mundo o que é amar.Hoje, se vc tem ou não alguma religião, se é ateu.., não importa.. pq Jesus chamou a todos, não fez acepção de pessoas, não julgou, não afastou, não dividiu.. Jesus tinha defeitos e desejos, mas fazia diferença entre os homens.. a medida que soube ser humilde, o que significa reconhecer os próprios limites.. O mundo, em todas as épocas da história e até hoje, precisou de exemplos, modelos, heróis… a nossa dificuldade em desenvolver em nós o amor, faz com que busquemos fora o que só pode existir dentro de nós.. sempre é dentro, nunca é fora.. Mas Jesus está fora de nós, pq então buscar nele os ensinamentos sobre o amor? Muito simples .. ele veio para mostrar o avesso de nós, lá está a etiqueta com nosso nome e instruções de como lavar, passar, secar, não manchar, estender .. Jesus marcou a história pq não foi um modelo.. foi e é o avesso.. Devemos acreditar na nossa capacidade de amar e desenvolvê-la.. e não esperar que os outros façam isso por nós. É exercício, não é mágica, nem milagre. Feliz Natal a todos!Kátia Del Porto>

A religião mata o homem

A religião mata o homem

O Homem procura aplacar a solidão que surge desde o nascimento até a morte. A solidão é amparada pela família e amigos, mas a criação de um Deus que está acima de tudo e todos, que tudo sabe e que é capaz de trazer respostas para o sofrimento humano é a solução que as religiões apresentam ao Homem. Tenha fé e será salvo. Tenha fé e será curado. Tenha fé e terá sucesso… e o Deus onipotente onipresente e onisciente .. como num jogo de cartas … espera o momento certo para apresentar a vitória ou a derrota diante da vida. Este é o Deus das religiões . Este é o Deus que precisaria de intermediários para triar orações , súplicas , pedidos .. este é o Deus de barro .. este é o Deus que usaria tantos homens comuns .. para que nós, servos, pecadores maiores do que os eleitos intermediários .. somos! 
Que Deus faria isso conosco ? Se Deus existe ele faz o que quer .. ele não tem intermediários .. ele governa. 
Se os homens aceitassem a sua condição de animal, aceitariam tudo que envolve qualquer espécie .. e mesmo que acreditassem em Deus não esperariam que  Deus estivesse para servi-los. O medo, a vaidade, o apego e tantos outros sentimentos levam os homens a acender velas, subir escadas, pagar promessas ..como se Deus fosse um comerciante .. e chegam fragilizados  a outros homens e entregam os seus pedidos e as suas dores. Mulheres que  são sistematicamente diminuídas em uma sociedade machista e preconceituosa,  são vulneráveis e veem no homem enviado de Deus .. o sagrado.. e através do deslumbramento ou do medo .. saem mutiladas na alma ..e creem que para salvarem as suas vidas precisam de algum ser desumano.E muitos perguntam pq elas se calam? Os que perguntam, talvez não entendam o poder da religião e a essência das mulheres que em grande parte vivem humilhadas atrás de algum homem .. cujo amor oferecido é desprezo, é submissão. A religião mata o Homem, o carrega para o estado de miséria espiritual e para morte que tanto repudia.Não cabe ao Homem querer a cura a qualquer preço pq ao entregar  a vida a um intermediário de Deus  pode encontrar a morte. 
KÁTIA DEL PORTO

Morte

Há mortes que são fáceis, outras nem tanto … ninguém gosta de morrer .. Como gostar do que ainda não experimentamos ? A morte nos deixa para trás, nos abandona .. fazendo a unha .. lendo .. viajando .. dormindo .. doentes ou não ! Ela vem .. e interrompe um programa preferido , um sorvete , um amor , um ódio ! A morte não é uma inimiga .. é o resultado final do que decidimos chamar de vida.. A morte não é o câncer, a ferida, o AVC, a infecção, o acidente … a morte é a falta de algo que nos impede de continuarmos .. Todos nós estamos à procura desse ” algo” que elimine essa parte relevante que é morrer.. Para que queremos viver tanto ? A vida não é o oposto da morte , a vida é uma construção indestrutível .. a morte é apenas o término dela. Quando nosso edifício estiver pronto muitos morarão nele. Somos portas para os que ainda não nasceram! Cedemos nosso lugar ao próximo e quanto mais treinarmos isso em vida , mais compreensão teremos sobre a nossa parte no todo. Kátia R O Del Porto

Que horas são ?

A vida pode ser dividida em períodos .. da concepção até a morte o que acontece com cada um de nós ?Os nossos pais começam a ” corrida ” em busca da nossa felicidade e nós muitas vezes fazíamos parte da corrida pela felicidade deles, sem sabermos ! Passada a infância começamos a nossa própria corrida à pé, de bicicleta, de carona, de metrô … mais um pouco a corrida exige mais dos nossos corações e mais e mais dos nossos cérebros .. As nossas pernas estão em ” todas ” … até sentirmos algum grau de fraqueza e esquecimento … e nos perguntarmos para onde corríamos ? Casa pronta .. conta cheia ou vazia .. galeria de fotos nas mãos .. histórico de livros , filmes , amigos … idas e vindas por crenças , superstições , descrenças .. e.. estaremos nós com vontade de chocolate ou de ver TV ou de ficar muitas horas sentados .. neste período muito do que era nosso não existe mais : a escola , a casa , os relacionamentos , os cachorros … e para não vivermos do passado olhamos o presente e nos adaptamos … mas não conseguimos reconhecer nele o que víamos lá atrás ! Estaca zero. De volta ao útero sem útero para voltar. A vida é uma reta .. uma régua .. ou a vida é circular .. depende do dia preferiremos a reta ou o círculo .. o futuro é o presente sempre , o passado é o presente sempre ! Que brincadeira estranha inventaram para nós … nunca sabemos que horas são ! Kátia R O Del Porto

Vizinhos

B814E8B4-8C48-48DE-B04A-BFA23EA579FEOs vizinhos são pessoas que deixaram de existir ! Existem portas vizinhas.. paredes … casas .. ninguém sabe mais de quem é o cachorro , o carro .. Através das grades das portarias a pessoa mais próxima era o entregador de pizza… hoje nem isso ! Tem vários entregadores .. do japonês , do chinês , de toda cidade .. dos mais simples restaurantes até os mais sofisticados ! Porteiros , por ex, quando guardamos os nomes.. eles mudam de emprego .. O que chamávamos antes de apego e desapego caiu em desuso .. o que vale é a manutenção da chamada networking !Há botões de liga / desliga tão previsíveis que somos capazes de adivinhar o pq nos acionam, antes mesmo de qualquer palavra, da mesma forma adivinhamos pq nos excluem .. É incrível a capacidade de limpar pessoas da existência que alguns desenvolveram ! Há ” coaches” dando treinamento em faxina existencial .. Eu me pergunto para onde estão indo todos que gastam o tempo sem compreender o que é o tempo ? Em que lugares entregam cartas e flores que signifiquem algo além do formal , do clichê .. ? Acho que os vizinhos foram para este ” onde ” que procuro ..Kátia R O Del Porto