5 min de compaixão

Quanto tempo dura a compaixão? 5 min ou alguns dias ? Ou o tempo da pandemia .. ou da segunda guerra ? Ah mas o Homem será outro após a pandemia .. ah mas o Homem será melhor ? Será ? O Homem esquece e esquecer tem lá as suas funções .. Eu me pergunto qual é o desconforto de alguém ficar em casa ? Tudo a nossa volta não existe .. só existe o que escolhemos … Se eu escolho o cinema … ele passa a existir para mim… e assim por diante. O desafio é selecionar o que pode ou deve passar a existir para nós mesmos e aprender a hierarquizar o que é realmente importante. Mas … será que quando tudo passar … e .. a economia voltar … continuarão preocupados com aqueles que “ tem ” fome ? Será que o sofrimento alheio continuará a ter o mesmo valor ? Pq não se trata de números quando pensamos nas pessoas …a morte de milhões ou de “um “ deveria nos tocar da mesma maneira … a falta de respiradores deveria nos tocar da mesma maneira que a falta de vaga para tratar o câncer. Quando os números são maiores sabe pq nos assustamos mais ? Pq fica mais evidente que nós ou alguém muito próximo a nós poderia ou pode ser esse número. Triste. O Homem, em sua maioria, precisa se identificar com uma ameaça para empatizar com o que ameaça seu vizinho. E ainda assim … há uma minoria, que nem assim se empatizam com seus vizinhos … essa minoria ( espero que seja minoria) .. são os maus que serão piores quando tudo isso passar ….

Publicado por

katiaoddone

Médica psiquiatra , escritora

7 comentários em “5 min de compaixão”

  1. Exato. As pessoas mudam com as lições da vida quando estão predispostos a aprender e se modificar. Se não houver essa vontade a lição é passageira … pena

    Curtir

  2. Infelizmente , frente a essa crise , a maioria das pessoas estará perdendo a oportunidade dessa tão desejada utópica mudança para um mundo melhor”.. Solidariedade …sair do egoísmo… Pensar no coletivo… Muito longe disso…. É só observar o comportamento das pessoas nas ruas..

    Curtir

  3. Muito bom!
    Será mesmo que as pessoas estão assim tão empáticas? Será mesmo que estão tão propensas a enxergar as necessidades do próximo? Vamos aguardar….

    Curtir

  4. Excelente Katia! O ser humano se esquece rápido das coisas… e só quando o atinge é que se preocupa.
    Tínhamos muitas outras tragédias antes do Corona. Mas quando está lá longe, distante da nossa realidade , fingimos que não existe e que não podemos fazer nada…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s