A religião mata o homem

A religião mata o homem

O Homem procura aplacar a solidão que surge desde o nascimento até a morte. A solidão é amparada pela família e amigos, mas a criação de um Deus que está acima de tudo e todos, que tudo sabe e que é capaz de trazer respostas para o sofrimento humano é a solução que as religiões apresentam ao Homem. Tenha fé e será salvo. Tenha fé e será curado. Tenha fé e terá sucesso… e o Deus onipotente onipresente e onisciente .. como num jogo de cartas … espera o momento certo para apresentar a vitória ou a derrota diante da vida. Este é o Deus das religiões . Este é o Deus que precisaria de intermediários para triar orações , súplicas , pedidos .. este é o Deus de barro .. este é o Deus que usaria tantos homens comuns .. para que nós, servos, pecadores maiores do que os eleitos intermediários .. somos! 
Que Deus faria isso conosco ? Se Deus existe ele faz o que quer .. ele não tem intermediários .. ele governa. 
Se os homens aceitassem a sua condição de animal, aceitariam tudo que envolve qualquer espécie .. e mesmo que acreditassem em Deus não esperariam que  Deus estivesse para servi-los. O medo, a vaidade, o apego e tantos outros sentimentos levam os homens a acender velas, subir escadas, pagar promessas ..como se Deus fosse um comerciante .. e chegam fragilizados  a outros homens e entregam os seus pedidos e as suas dores. Mulheres que  são sistematicamente diminuídas em uma sociedade machista e preconceituosa,  são vulneráveis e veem no homem enviado de Deus .. o sagrado.. e através do deslumbramento ou do medo .. saem mutiladas na alma ..e creem que para salvarem as suas vidas precisam de algum ser desumano.E muitos perguntam pq elas se calam? Os que perguntam, talvez não entendam o poder da religião e a essência das mulheres que em grande parte vivem humilhadas atrás de algum homem .. cujo amor oferecido é desprezo, é submissão. A religião mata o Homem, o carrega para o estado de miséria espiritual e para morte que tanto repudia.Não cabe ao Homem querer a cura a qualquer preço pq ao entregar  a vida a um intermediário de Deus  pode encontrar a morte. 
KÁTIA DEL PORTO

Publicado por

katiaoddone

Médica psiquiatra , escritora

4 comentários em “A religião mata o homem”

  1. Katia …vc fez uma pequena explanação …direta , objetiva e sincera sobre a manipulação a qual nos permitimos em momentos de nossa vida , sermos submetidos por outro semelhante que usa de sua inteligência e da fragilidade do outro , exercendo influência e subtraindo de nós a fé …dinheiro …tempo …
    Parabéns pela lucidez!
    Karina

    Curtir

  2. A religião deveria unir, o homem, a mulher. Uma casa onde pudéssemos questionar de forma construtiva sem detrimento a imagem de Deus, e dividir experiências (boas e ruins.).
    A nossa sociedade está tão fragmentada e corrompida que dificulta o encontro duma redenção, ou pior, nos rejeita por “X” motivos.

    Curtir

    1. Concordo que uma das finalidades da religião seria unir os Homens e antes disso buscar o conhecimento para a libertação da angústia sobre a morte e a vida e o desenvolvimento de valores éticos, isso seria nos “ religarmos” a Imagem de Deus. A fé se alimenta da “ ausência “ de Deus .. não o vemos, acreditamos ou não. A medida que os Homens usam o nome de Deus para cultivar a culpa e ganhar algo com a fragilidade humana, o sentimento de abandono e a ideia de que tudo é permitido aumenta na sociedade. De qualquer maneira não podemos generalizar, pois há uma parcela de religiosos trabalhando na direção de Deus e não de suas próprias ambições.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s